terça-feira, 5 de abril de 2011

Os Saduceus

Os saduceus formavam outro grupo proeminente de judeus na Palestina entre os séculos II a.C. ao I d.C. . Não se sabe ao certo a origem da palavra saduceus. Alguns crêem que vem do hebreu saddiqim, que significa íntegro ou derivado de Zadok, nome do mais importante sacerdote durante o reinado de Davi (1 Reis 1:26). Organizaram-se no período da dinastia asmonéia, momento de prosperidade política e econômica. Eles eram um grupo formado pela elite, principalmente proveniente das famílias da alta hierarquia sacerdotal. Provavelmente era menor, mas mais influente que os fariseus. Sua influência, porém, era sentida sobretudo entre os grupos governantes ricos. 

Seguiam somente as leis escritas, presentes na Bíblia hebraica (Torah), e rejeitavam as tradições mais novas. Não acreditavam em vida depois da morte (Mc. 12:18-27; C. 20:27); em anjos ou espíritos (Atos 23:8) e na Providência Divina. Eram altamente ritualistas e só aceitavam os cultos realizados no Templo, onde acreditavam que Deus estava. Possuíam um papel preponderante no Sinédrio e controlavam as atividades e riquezas do Templo (Atos 4:1; 5:17; 23:6).

Rejeitaram os ensinos dos fariseus, especialmente as tradições orais e as tradições mais novas. Além dos fariseus, rivalizavam com os herodianos, porém, eram simpáticos à romanização e à helenização. Os Evangelhos os retratam freqüentemente junto com o fariseus como oponentes de Jesus (Mt. 16:1-12; Mc. 18:12-27). Com a destruição do templo e o efetivo domínio romano, esta seita acabou por desaparecer. 

2 comentários:

  1. Valtencir, gostaria de saber as fontes que vc pesquisou sobre esse assunto, ficarei grata!

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga,

    Trata-se de uma compilação de vários livros e sites de pesquisa, infelizmente, não tenho esta bibliografia pra lhe passar.

    Um abraço,

    ResponderExcluir