segunda-feira, 1 de julho de 2013

Amor Jovem

Assim serviu Jacó sete anos por Raquel; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava (Gênesis 29:20).

Naturalmente os jovens seguem com o curso natural da vida, no que se refere ao amor. Se conhecer, namorar, noivar e casar ou não, viver juntos, coabitar, se entrelaçar na paixão, se jogar com tudo e acreditar.

Acreditar que pode ser amor e por isso belo, querer ter a certeza que a escolha foi correta, e se possível incluir Deus nesta escolha, reflexo do desejo do ideal. As histórias se misturam e são diferentes nos seus acontecimentos, mas, nem sempre o resultado do enlace é amor, e então há sofrimento, que muitas vezes percorre toda a vida.

Se atraídos pela beleza exterior, seja no corpo, ou no rosto, o risco da paixão é grande, logo, passageira, exige cuidado e atenção, apesar do prazer da presença, a convivência constante pode ser reverso, e o prazer poderá se extinguir. O amor é inusitado e frequente, enquanto a paixão traz lembranças de um tempo bom, mas que não se quer voltar.

Mais há maneiras de interpretar o verdadeiro amor, como exemplo, o carisma contido na narrativa poética imortalizada do livro “o pequeno príncipe”, onde o destaque do amor esta intrinsicado na frase “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Não se trata de fato da rosa, mais o fato de uma delas ser a rosa especial.

No texto bíblico acima, enamoraram-se pela beleza refletida na luz dos olhos, não se trata aqui de atração física ou meramente beleza corpórea, surgiu o amor fundamentado na mais pura beleza, a beleza do amor verdadeiro, aquele onde as almas se entrelaçam, e isso pra sempre.

Um pouco antes do verso acima, a história revela que quando Jacó avistou Raquel, correu para ajuda-la e a beijou e como resultado do encontro das almas, chorou. Sim, o amor chora e muito, pois traz consigo a certeza de que tudo vale a pena, o amor chora diante da beleza, da espera do sentimento verdadeiro e recíproco.


Diante disso, não tenha tanta pressa, aguarde com paciência e siga o fluxo normal, continue a viver a coisa bela da vida, e no tempo oportuno, o amor te encontra.

3 comentários:

  1. Val...acho incrível como vc tem a capacidade de abordar temas dos mais variados sempre com muita sabedoria, e isso é um presente para aqueles que acompanham seu blog.
    Mais uma vez, PARABÉNS!
    Eduardo

    ResponderExcluir
  2. Eduardo meu caríssimo amigo,

    Obrigado pelas palavras de encorajamento, e pela sua preciosa ajuda na gramática do texto.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto!
    Acredite que apesar da distância, pertencemos ao mesmo corpo, onde Cristo é a Cabeça. Fico extremamente grata ao nosso Deus que nos proporciona esta ferramente que é a Internet, precisamente essa interação entre blogueiros, que unidos num só propósito (EVANGELIZAR) divulgam o Amor e a Salvação em Cristo Jesus.

    Ficaria lisonjeada se fizesse parte com sua preciosa presença do quadro de seguidores. Está faltando você no FRUTO DO ESPÍRITO.

    A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog deixo aqui o convite:
    Fruto do Espírito

    Minha Fan Page

    P.S. Convido a conhecer o blog do irmão J.C.de Araújo Jorge.
    Mensagens atuais, algumas polêmicas, porém edificantes...
    Acesse e confira:
    Discípulo de Cristo

    Com todo amor em Cristo Jesus,
    ***Lucy***

    ResponderExcluir