quarta-feira, 12 de março de 2014

DOS QUAIS O MUNDO NÃO ERA DIGNO

O conhecimento bíblico nos dá uma ampla visão do todo, os olhos se abrem quando buscamos informações nas palavras do Criador. Considero toda fonte de conhecimento válida, porém, o foco nas Escrituras se dá, pela gênese de todas as coisas, refiro-me ao alicerce do conhecimento e da plenitude divina, que nos apresenta tudo, embora nos revele apenas o necessário, algo característico para exercício e manutenção da fé.

Hebreus capítulo 11:38, nos desafia a filosofar sobre a antropologia necessária para o Cosmos. Há mais perguntas que respostas, no entanto, a análise hermenêutica do texto nos ajuda na busca da compreensão. Por que pessoas boas são recolhidas tão rapidamente e em momentos tão diferentes? Conheci algumas pessoas com alma cândida, pessoas especiais, algumas conheci a história, outras apenas de estudar sobre, mais foram tomadas deste mundo. Por que?

Creio que o autor aos hebreus de maneira persuasiva procura nos ajudar, “pessoas aos quais o mundo não era digno”. Penso que algumas almas chegaram a este mundo tão iluminadas, tão acima dos padrões terrenos e humanos, que o mundo não era digno da presença deles e por isso retornaram mais breve para o Criador.


Como uma alma serena, que exala bondade no olhar, no falar e no agir, poderia permanecer por muito tempo num mundo que jaz no maligno? Não tenho respostas pra tudo que circunda esta questão, nem tenho esta pretensão, prefiro buscar repouso no livro de deuteronômio 29:29 e acalentar o coração no encontro da paz. Que o consolo destes textos nos traga alento, forças e fé para dias melhores.

2 comentários: