segunda-feira, 14 de abril de 2014

Bondade

E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Gálatas 6:9



video

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Respeito

A sustentabilidade de um relacionamento, repousa sobre alguns pilares. Independe se o enlace é coleguismo, amizade, namoro, noivado ou casamento, os pilares são os mesmos.

Amor, carinho, cuidado, admiração, ternura, companheirismo e respeito. Considero estes pilares de qualquer relacionamento, porém, o maior deles é o respeito. Uma relação pode perpetuar quando existe respeito. Se não há mais o amor, o respeito sustenta uma relação, porque não há nada mais dignificante do que ser respeitado, seja pelas opiniões, pelo posicionamento ou pelo querer.

A falta do carinho e ternura é coisa triste, sobrevive porém a relação quando o respeito se mantém. Admiração é algo que com laços intrínsecos e conhecimento do aparecimento dos defeitos, se perde. Natural, pois quanto mais chegamos à luz mais somos vistos, quanto mais nos envolvemos em emoções, mais e mais ficamos distraídos.

Mesmo que haja amor, se o respeito acaba, então, não dá pra continuar, porque ai é outra coisa. Pelo respeito, no entanto, há de se considerar o conjunto da história, os detalhes que o tempo faz habitar numa mente que preservou o respeito. Seja pela mulher amada, ou pelo amigo de cafezinho, sem respeito nenhuma relação poderá perdurar. A falta de respeito provoca o sepultamento do enamorar. Lamentável e irreversível.

A falta do respeito carrega com sigo uma espada cortante que machuca e provoca uma ferida profunda. Ainda que o perdão prospere, a convivência ficará abalada, porque o perdão libera o outro do cruel golpe dissimulado, porém, a cicatriz rejeita uma nova possível convivência, no demais, é poesia.


Respeite... Exija respeito. Não negocie seus princípios. Não coloque a venda sua moral, tão pouco sua fé. Seja o que for, se for verdadeiramente verdadeiro, então te tratará com respeito e com respeito eternizará.