sábado, 21 de maio de 2016

QUERO FALAR DE JESUS CRISTO

Há no coração do homem, uma multidão de necessidades, e vontades. Necessidade é aquilo que ele precisa, enquanto vontade é aquilo que ele deseja.

É certo que estas duas primícias coadunam dentro do coração e mente do homem, mas, após uma decisão livre de conversão à Cristo, outra coisa, uma mais excelente, haveria de comandar as mentes e corações – o conhecimento de Jesus Cristo.

Jesus Cristo é a suficiência máxima na vida de uma pessoa, é o ápice da existência terrena do homem, Ele é o mitte, o background, a plenitude dos tempos. Cristo é o cenário contemplativo que se expressa na vida de qualquer adorador.

Mas, por que as preocupações do homem estão voltadas para tantas distrações que não expressam o Deus único e verdadeiro? A resposta é porque o conhecimento de Cristo esta desfocado. Sim, o aceitamos como único Senhor e Salvador de nossas vidas, e vivemos para lhe prestar culto em todo momento e com todo o nosso ser, porém, o que sabemos dele?

Nas muitas necessidades presentes na vida de uma pessoa, poderíamos falar sobre a cura das enfermidades, ou sobre a prosperidade financeira, talvez, sobre a libertação dos cativos. O nosso Pai bem sabe de todas as necessidades. “Não temas, creia somente”. No exemplo dos dez leprosos, a ingratidão dos nove é penitenciada com a cura.

No desejo de conhecer a Cristo, as pessoas estudam as Escrituras. Leem e releem por diversas vezes a Torá, os livros dos profetas, buscando compreender a Cristo. Mas, há um engano, a estratégia não está bem fundamentada. Nós jamais compreenderemos a Cristo, estudando as Escrituras, o nosso entendimento jamais alcançará este alvo.

Só é possível entender à Cristo, estudando à Cristo, refletindo sobre Cristo, meditando sobre as Palavras de Cristo, sobre Seus ensinamentos. Então, compreendendo à Cristo compreenderemos também as Escrituras. Porque a Bíblia é Cristocêntrica.

Maria e Marta eram da cidade de Betânia, um dia, Jesus foi ter com elas. Marta estava preocupada com as tarefas da casa, mas Maria entendeu que Jesus chegou. Porque quando Jesus chega, tudo tem que esperar, nada mais tem importância, porque Jesus chegou. Ele é o Alfa e o Ômega. Nele tudo pode começar na sua vida e Nele tudo terminar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário